quarta-feira, 24 de março de 2010



Poema de Amor
-acróstico-

P  oema de amor é quando
O  culta a face nos cabelos,
E  ncantam-se em sussurros,
M  ostrando a razão da vida
A  té que estrelas se apaguem...

D esejos de chuva deslizando
E m superfícies mornas, salinas...

A  ssim pois, que nego-me
M ostrar em meus poemas
O quanto e muito te desejo...
R irmos juntos, amor, cest magnifique!


ElïschaDewes________________

'